Sombrio chama a população e agenda exames represados para zerar filas

Sombrio, atualmente, investe no setor de exames cerca de R$ 90 mil reais por mês

A Prefeitura de Sombrio iniciou, através da Secretaria Municipal de Saúde, um grande mutirão de agendamento de exames e consultas em busca de zerar as filas represadas e mudar seu sistema, com objetivo de, a partir de agora, nenhum exame de competência municipal ser realizado com mais de 30 dias de seu agendamento como prazo máximo.

O mês de Julho foi o pontapé inicial da busca ativa por pacientes que aguardam seus exames, intensificando as marcações. Foram 717 exames agendados em julho e, em Agosto, 831 até a última sexta-feira, 20, com investimento de R$ 700 mil.

"Sombrio fez uma captação de recursos para a realização destes exames e assim conseguiu aproximar a fila do zero. Alguns exames que deveriam ser feitos pelo estado, foram nos devolvidos e também conseguimos realiza-los. Não são todos, pois alguns necessitam também tratamento e acompanhamento a longo prazo e o governo estadual ainda os mantém na sua fila de regulação. Os nossos, agora com pedido da prefeita Gislaine Cunha, não poderão passar de 30 dias de prazo máximo", comenta o secretário municipal de saúde, Rafael dos Santos Silva.

Todo pedido de exame, consulta ou procedimento em que o usuário deseje realizar via Sistema Único de Saúde (SUS) deve necessariamente ser inserido no Sistema Nacional de Regulação, sistema para posterior classificação/aprovação, ou seja, não tem nenhuma chance de fura fila, seguindo sempre por ordem de prioridade e necessidade do paciente, diagnosticada pela médico.

O trabalho do mutirão chegou a uma eficiência que, a partir de agora, exames de imagem mais comuns como: ultrassonografias, tomografias, ressonâncias, endoscopias e colonoscopias a lista de espera está em cinco dias. O estado, por exemplo, chega a levar em média seis meses para sua realização. Outros exames como: imitanciometria, audiometria, ecocardiografias e holters também já não têm filas com espera de mais de cinco dias.

"Densitometria óssea também trouxemos para o município a responsabilidade de agendar e não temos mais filas no sistema de regulação. Estudo urodinâmico e possinografias o estado não está realizando possivelmente por falta de prestador que aceite valor SUS e nos devolveu. E estas demandas serão zeradas ainda em Agosto", explica o secretário.


A importância de se manter atualizado


A Secretaria de Saúde informa que na busca ativa realizada de todos os exames há muita mudança de número de telefone dos pacientes, que acabam não informando sua unidade de saúde, nem atualizando o cadastro no sistema municipal, e acabam não sendo encontrado para o agendamento. O número varia de 15 a 30% de falta, ocupando lugar de quem precisa e não respondendo ligações e chamados por mensagens.

"É importante a atualização do cadastro, a procura por nossas unidades, porque a partir de agora não haverá mais grandes filas. Faremos ações sempre rápidas e vamos atender a população de forma organizada, com recurso separado pra estes serviços, levando resolutividade e cuidando de cada sombriense com toda a atenção que merece e tem direito", reforça a Prefeita Gislaine Cunha.

Sombrio, atualmente, investe no setor de exames cerca de R$ 90 mil reais por mês. "Estamos organizados, planejados e com recursos em caixa, sejam nossos ou de emendas de nossos parceiros deputados federais e estaduais para atender melhor nossa população", conclui Gislaine.




Endereço:

Avenida Municipal, 1500, Sala 01
Centro, Turvo, SC, CEP: 88930-000
(48) 3525-3963