Com ocupação de leitos de UTIs, Estado decreta situação de emergência em saúde

O investimento para combater a crise pode chegar a R$ 40 milhões


O Governo do Estado de Santa Catarina decretou estado de emergência na saúde. O decreto, que terá validade de 90 dias, foi publicado no Diário Oficial do Estado na sexta-feira, dia 03. O objetivo é tentar conter a ocupação nos leitos das unidades de terapia intensiva (UTI), causada, principalmente, por doenças respiratórias que afetam a população catarinense.

Segundo o painel de leitos do SUS, a taxa de ocupação é de 96,83% e há apenas 33 leitos disponíveis. Duas regiões (Foz do Rio Itajaí e Meio Oeste e Serra Catarinense) estão com 100% dos leitos ocupados. As outras regiões estão com mais de 93% dos leitos ocupados

De acordo com a Secretaria do Estado da Saúde, o investimento para combater a crise pode chegar a R$ 40 milhões. Na semana passada, o Governo já havia anunciado a abertura de 68 leitos.

Dengue

A situação da dengue também preocupa os órgãos de saúde no estado. Mais da metade dos municípios catarinenses já registraram casos da doença. Ao todo, cerca de 53 mil casos já foram confirmados e 54 mortes.



Endereço:

Avenida Municipal, 1500, Sala 01
Centro, Turvo, SC, CEP: 88930-000
(48) 3525-3963