Unesc promove em Maracajá II Workshop do Plano de Desenvolvimento

O prefeito Anibal Brambila fez a abertura do evento


A semana iniciou com ações voltadas ao futuro de Maracajá, isso porque foi realizado na manhã desta segunda-feira, dia 22/08, no Parque Ecológico, o segundo Workshop do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico. O encontro reuniu representantes do executivo e do legislativo, Epagri, agricultores, e membros da sociedade em geral.

O prefeito Anibal Brambila fez a abertura do evento, salientando a importância de mobilizar os municípios da região, elencando as suas potencialidades e projetando o futuro. "O nosso município está bem localizado, sendo a porta de entrada do Extremo Sul Catarinense. Temos muito potencial, para a área industrial, agricultura e turismo, mas para que haja novos investidores, é importante termos um cidade planejada e com infraestrutura, por isso considero muito importante essa ação que estamos promovendo em parceria com a Unesc", disse.

O presidente da Câmara de Vereadores, Rodrigo Xavier da Silva, também enfatizou a importância de planejar e discutir ações que visam o desenvolvimento socioeconômico de Maracajá. "A cidade está em um ponto estratégico, muito próximo da BR-101 e temos que aproveitar esse corredor para divulgar o nosso município e atrair indústrias, e consequentemente gerar mais empregos. A agricultura e o turismo também despontam na nossa cidade. E hoje, reafirmamos o nosso compromisso em contribuir com a elaboração deste plano", relatou. 

Ainda no primeiro Workshop, realizado de forma on-line no dia 1º de julho, foram tratados junto à população os problemas e os desafios que existem no município, destacando as potencialidades, os diferenciais e os sonhos para Maracajá. Após o levantamento das informações, a equipe técnica da Unesc, preparou uma apresentação dos dados qualitativos e quantitativos.

O Professor Dr. Thiago Fabris abordou os dados da cidade, ressaltando os setores mais importantes da economia e o crescimento. Ele ressaltou os 20 setores mais importantes da economia nos anos de 2011 e 2020 (produção primária; confecção de vestuário; abate de carnes; transportes de cargas, etc...) e comparou os índices do município com a região da Amesc e do Estado de Santa Catarina.

Debate

Após a apresentação dos dados, os participantes foram divididos em grupos, para debater, junto com a equipe técnica da Unesc, projetos nas áreas de gestão pública, saúde, educação, infraestrutura, turismo, indústria, comércio e agricultura. Os participantes avaliaram positivamente o encontro, onde puderam contribuir sugerindo ações que vislumbram para o Maracajá em 10 anos.

"O documento final do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico de Maracajá será concluído até novembro de 2022, onde a equipe da Unesc retorna ao nosso município, para apresentar estes dados compilados para alguns grupos específicos, como o poder executivo e legislativo, e posteriormente à população", informou a secretária de Administração e Finanças, Rejane Pereira. Ela salienta que após a conclusão deste estudo, será possível a Administração iniciar algumas ações destacadas no plano.

O Plano de Desenvolvimento Socioeconômico é realizado pela Unesc, Amesc e Sebrae/SC, em parceria com o município.


Endereço:

Avenida Municipal, 1500, Sala 01
Centro, Turvo, SC, CEP: 88930-000
(48) 3525-3963