Projeto 'Despertar' empodera mulheres vulneráveis

Os cursos de qualificação são de escovista, manicure, pedicure, depilação e designer de sobrancelhas


A administração municipal de Turvo, por meio da Secretaria de Assistência Social, desenvolve o Projeto "Despertar". São cinco ações consecutivas na área de qualificação da beleza para gerar fonte de renda para as mulheres em situação de vulnerabilidade. Os cursos de qualificação são de escovista, manicure, pedicure, depilação e designer de sobrancelhas.

Angelita Matheus esteve em Sombrio na segunda-feira, dia 04, para fazer o curso de escovista e ser a propagadora do conhecimento junto as demais mulheres. Caroline Rodrigues, empreendedora do ramo da beleza do salão It Spa, se disponibilizou voluntariamente a ofertar o curso.

Caroline destaca que ao conhecer o projeto, se sentiu tocada por ele. "Vivenciei um relacionamento abusivo e sei o quanto as mulheres passam dificuldades em suas vidas e tem uma dependência econômica. E acredito no ramo da beleza, tanto para que possam melhorar sua autoestima, ao se arrumarem sozinhas e sem investir valores, como estar em qualquer lugar do mundo e poder trabalhar". Carolina conta que desde seus 12 anos viu no ramo da beleza uma oportunidade e o projeto veio a somar com seu sonho em compartilhar seus conhecimentos com a aplicação de cursos. "Poder ter minha independência me deu poder de definir o que queria para minha vida".

Angelita está motivada a ampliar seus conhecimentos e poder colaborar com mais mulheres. "É um projeto importante para tornar as mulheres mais fortes. Eu venho em anos de luta superando minhas dificuldades, e a capacitação agrega ainda mais no sonho de uma vida melhor com uma ótima autoestima".

O projeto

A secretária de Assistência Social de Turvo, Elenita Scarabelot Pazini (Nita), conta que o público-alvo do projeto inicialmente serão 50 mulheres jovens (com idade máxima de 50 anos), mães e chefes de família que passam por dificuldades. "A iniciativa do Projeto foi pensada diante do aumento expressivo de mulheres que passam por depressão, vítimas de violência doméstica, suicídio, desemprego, baixo estima, entre outros problemas. São pessoas jovens, que precisam assumir sozinhas o sustento da família e, muitas vezes, passam por dificuldades. Percebemos que precisávamos ouvir e dar voz a elas para depois construir ações que sejam mais assertivas para os problemas", enfatiza Nita.

"Os recursos e a doação voluntária, foram essenciais para que o projeto fosse realizado, porque tudo isso tem um custo. Temos algumas voluntárias já presentes no nosso Projeto. A voluntária que é profissional da área da beleza se disponibilizou para ensinar (Curso Escovista) gratuitamente à uma dessas mulheres, para que depois a mesma venha a qualificar o grupo total. Cada curso tem um tempo específico de duração para cada modalidade. São gratuitos e os materiais dos mesmos serão disponibilizados pelo CRAS. Empresas e autônomos parceiros, tem mostrado o interesse pela causa, e isso nos deixa confiantes para o sucesso".

Para o prefeito, Sandro Cirimbelli, o projeto promove um importante trabalho social junto às mulheres em situação de vulnerabilidade social residentes nos bairros mais carentes do município. "Precisamos dar oportunidade para que possam ser protagonistas de suas vidas".


Endereço:

Avenida Municipal, 1500, Sala 01
Centro, Turvo, SC, CEP: 88930-000
(48) 3525-3963