Defesa Civil de Maracajá alerta para pontos de alagamentos

Estima-se que choveu nas últimas horas 200 milímetros


A Coordenadoria Municipal da Defesa Civil de Maracajá está nas ruas do município desde cedo vistoriando as estradas e levantando os pontos de alagamento. Segundo o coordenador, Cleber Darolt, estima-se que choveu nas últimas horas 200 milímetros, o suficiente para alagar alguns pontos da cidade. A primeira rua a ser interditada foi a Natal Nolla, que fica nas proximidades do Rio Mãe Luzia, que já saiu do seu leito.

A comunidade de Sangão Madalena deve ficar em alerta, pois os acessos estão bloqueados pelas águas. "Acreditamos que se permanecer chovendo, nas próximas horas apenas veículos de grande porte conseguirão passar", disse Cleber.

A Rodovia Jacob Westrup, que liga Maracajá a Forquilhinha, também foi interditada."Já entramos em contato com a defesa civil de Forquilhinha e solicitamos que do lado deles também fosse sinalizado para que veículos não passassem. Há uma camada de água significativa na pista e como a rodovia ainda está em obra e sem sinalização, optamos pela interdição, assim evitamos incidentes", relatou o coordenador de Maracajá.

O Acesso Norte também apresentou alagamentos e foi interditado pela defesa civil. "Para aqueles que virão do interior ou de outros municípios para a área central alertamos que o único acesso é o principal, do portal e da Avenida Nossa Senhora da Conceição", informou Cleber.

A orientação da Coordenadoria Municipal é que a população fique em alerta, e não deixe para a última hora para chamar a Defesa Civil ou o Corpo de Bombeiros, em casos de alagamentos. "As pessoas que precisarem podem entrar em contato pelos telefones 199 da Defesa Civil ou 193 do Corpo de Bombeiros, pois temos locais preparados que estão à disposição para abrigar as famílias caso precisem", concluiu.

 


Endereço:

Avenida Municipal, 1500, Sala 01
Centro, Turvo, SC, CEP: 88930-000
(48) 3525-3963