Rendimento dos trabalhadores de SC cai 7,4% no primeiro trimestre de 2022

Dados estão na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE


O rendimento médio dos trabalhadores catarinenses foi de R$ 2.944 no 1º trimestre de 2022. O valor representa uma queda de 7,4% com relação ao mesmo período de 2021. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com análise do Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) o resultado é preocupante porque a renda média recebida pelos catarinenses atualmente é ainda 2,4% menor do que era no 1º trimestre de 2020, período anterior à pandemia.

Desemprego

Ainda segundo a pesquisa do IBGE, a taxa de desemprego em nível nacional caiu para 11,1%, ficando abaixo dos 12,4% registrados no mesmo período de 2020. No caso de Santa Catarina, esse indicador ficou em 4,5% no trimestre, também abaixo dos 5,7% do período pré-pandemia. Segundo o Necat, isso significa que os catarinenses voltaram a trabalhar tanto quanto antes da pandemia, mas passaram a receber menos por isso.



Endereço:

Avenida Municipal, 1500, Sala 01
Centro, Turvo, SC, CEP: 88930-000
(48) 3525-3963